Daniel Murray
Gig Seeker Pro

Daniel Murray

São Paulo, São Paulo, Brazil | Established. Jan 01, 2014

São Paulo, São Paulo, Brazil
Established on Jan, 2014
Band Classical World

Calendar

This band hasn't logged any future gigs

This band hasn't logged any past gigs

Music

Press


"...universos sonoros para violão e tape..."

When the Sound Universes project began to be designed, and Daniel showed me some material he had recorded, I immediately noticed the tremendous talent and determination of that young guitarist, because all of the compositions selected for this album require an absolute technical mastery of the instrument, as well as the ability of working with very complex and unconventional scores. With such a virtuoso performer, who moves through popular music with an incredible verve as well, I was sure the interpretation would be accomplished in an ideal way: with cleanness and precision in the written parts, along with the creativity that is needed to play the improvised parts. The diversity of the compositions is also remarkable, offering a rich, yet largely unexplored, body of electroacoustic music, each one making up an independent sound universe, unique and full of surprises. Considering its technical and artistic excellence, I believe this work will become a major reference in the contemporary guitar repertoire. - Lelo Nazario


"Daniel Murray relê Jobim em seu violão Segundo álbum do músico aborda obra do compositor"

Em seu segundo trabalho solo o violonista Daniel Murray traduz em seu violão belas melodias de Tom Jobim. No álbum Tom Jobim para violão solo, lançado pela gravadora Delira Música, Daniel traz 14 composições que evidenciam, sem distorções ou evoluções sobre o tema, os belíssimos caminhos da obra do maestro.

Daniel segue o caminho do simples que é genial. Sem florear ou inventar muito em cima das melodias (afinal de contas, pra que inventar em cima de Tom Jobim?), ele procura os caminhos da música de Jobim. A inteligência de seu violão fica ainda mais evidente quando deixa esse caminho natural evidenciar a alma das canções. Pelas seis cordas do violão de Daniel passam juntos o piano, a voz do compositor, a interpretação de sua banda e as intenções originais das canções. Mais do que adaptações, Daniel traz interpretações fiéis.

Como no diálogo que mantém na rápida mas essencial releitura para Eu preciso de você. Suas cordas também trazem a emoção de Eu te amo e a beleza de Luiza. Os movimentos da suíte Gabriela resumem todas as cenas projetadas por Jobim. Daniel ainda foi pesquisar e, além do repertório óbvio, traz belas lembranças como Chanson pour Michelle, Garoto e Tema para Ana.

Nesse álbum Daniel foi produzido pelo violonista Paulo Bellinati, que também assina os arranjos em oito das 14 músicas. Entre seus trabalhos com o grupo Pau Brasil e um disco em parceria com Mônica Salmaso, em 2002 Bellinati também abordou a obra de Jobim e lançou, no exterior, um DVD com seus arranjos para a obra do maestro.

Único senão do álbum fica na bela arte gráfica que esqueceu de incluir os parceiros de Tom. Por mais que o foco seja instrumental, o único crédito que aparece registra "todas as composições de Antonio Carlos Jobim". Mas passam pelo álbum parcerias do maestro com Chico Buarque e Vinicius de Moraes, autores de letras que estão no DNA das canções.

Abordando o repertório popular com rigor típico do erudito, Daniel Murray mostra reverência e carinho pela rica obra produzida por Tom Jobim. Delicado e preciso, o jovem músico dosa virtuose (sem nenhum traço de exibicionismo) e emoção para abraçar com respeito a música daquele que, não por acaso, foi chamado de "meu maestro soberano" - título dado primeiro por Chico Buarque e logo adotado pelo país. - Beto Feitosa


""Tom Jobim para violão solo" por Daniel Murray"

Bons ventos para a música instrumental brasileira, trazidos pelo CD Tom Jobim para violão solo, do violonista Daniel Murray, um dos mais talentosos instrumentistas de sua geração. Lançamento do selo carioca Delira Música, o álbum é ao mesmo tempo simples, delicado e pujante, em digna homenagem à obra de Antônio Carlos Jobim.


Murray mescla composições mais consagradas de Tom, algumas gravadas por um número sem fim de intérpretes dos mais variados estilos, com peças que o grande público pouco conhece. O resultado dessa combinação é uma colcha de retalhos sonora, na qual a técnica inspirada do violonista é a linha que une as múltiplas facetas da obra do maestro.


Uma das redescobertas de Daniel Murray é Chora coração, contribuição de Tom e Vinicius de Moraes para a trilha sonora de Crônica da casa assassinada, filme de Paulo César Saraceni, de 1971. A interpretação do violonista é de uma simplicidade espartana, o que só realça a beleza da peça. Na mesma linha, o álbum nos brinda com Bate-boca (parceria com Chico Buarque),Antigua, tema instrumental de 1967, Garoto, Chanson pour Michelle e Tema para Ana, uma bem-humorada declaração de amor para Ana Jobim, viúva de Tom. Em todas, o músico faz uma leitura que realça as nuances, mas sem se deixar levar por arroubos de virtuosismo.

Mesmo ao interpretar músicas mais famosas do repertório jobiniano, Murray foge do lugar-comum e passa ao largo de composições revisitadas à exaustão. É uma escolha particular e extremamente bem-sucedida do intérprete, que desfila com sobriedade e elegância por Imagina(Valsa sentimental), Eu preciso de você, Por toda minha vida, Estrada branca, Eu te amo, A felicidade, Luíza e Gabriela.

O traço comum a todas essas faixas é o despojamento de Daniel Murray, músico e compositor com formação erudita e contemporânea, reconhecido internacionalmente como solista e integrante de grupos de câmara. Ao optar por arranjos limpos, sem invencionices, o violonista consegue o feito duplo de realçar a amplitude de seu talento como intérprete e deixar fluir a riqueza harmônica e musical de Tom Jobim. - Alvaro Fraga


"Tom Jobim para violão solo"

"Daniel Murray is a restless artist. He has a tremendous thirst for new expressive possibilities, and brings a superb dedication to Tom Jobim’s work. Jobim’s music is lean: his material has a narrow scope and he deals with just a few elements which are precisely arranged in a perfect way within uncommon atmospheres. Differently from so many projects that take Jobim’s music and transfigure it, Murray surrenders to the precision of his art. When arranging and interpreting, he chooses poetic sonorities and exact pitches and textures so that Jobim’s art is displayed more clearly and persuasively. An artist requires a depth of maturity to interpret a composer as Murray does. Here, he is Jobim’s equal in artistic wisdom." Fabio Zanon - São Paulo, 2010 - Fabio Zanon / Delira Música


"Tom Jobim para violão solo"

“Arrangements by Paulo Bellinati and Murray are rich and musical, showing a profound knowledge of the instrument and at the same time emphasizing the beauty of Jobim’s music. And at the end, Daniel the guitar player, the principal jeweler of this gem – an impeccable artist with a beautiful tone and heart that we feel in every note.” Oscar Castro-Neves - California, October, 2010 - Oscar Castro Neves / Delira Música


Discography

Still working on that hot first release.

Photos

Bio

Considered one of the most talented guitarists of his generation, he maintains an active career as an interpreter, arranger and composer. He plays as a soloist and in chamber groups in Brazil and abroad with great musicians like Paulo Bellinati, Israel de Almeida, Toninho Carrasqueira, Rogerio Wolf, Heloisa Petri, Andrea Kaiser, Joaquim de Abreu, among other renowned Brazilian guitarists and musicians.

In 1997 at the age of 15, he was awarded second prize at the Councours International de Guitarre of Trdrez-Locqumeau in Brittany, France.

During a tour through the region, he played in Rennes, Nantes, Lannion, Paimpol, Pont l'Abe, St. Michel-en-Grve, Saint Quai Perros, Prat, with Trio Kej and French guitarist Roger Eon. He attended the 17me Stage International de Guitare (Fondation Krger, Mas de la Come, Mosset, France), given by Alberto Ponce.

During a tour through the region, he played in Rennes, Nantes, Lannion, Paimpol, Pont l'Abe, St. Michel-en-Grve, Saint Quai Perros, Prat, with Trio Kej and French guitarist Roger Eon. He attended the 17me Stage International de Guitare (Fondation Krger, Mas de la Come, Mosset, France), given by Alberto Ponce.

Since 2009, he has played with the Tau guitar quartet together with Breno Chaves, Jos Henrique de Campos and Fabio Bartoloni, and formed the Saraiva-Murray Duo with guitarist and composer Chico Saraiva, with whom he has recently performed in concerts throughout Europe (Paris, London and Portugal). 2011 sees him on tour around the State of So Paulo for ProAc to support his second solo album, "Tom Jobim para violo solo (Tom Jobim for Solo Guitar)" (Delira Msica). He is also conducting a national tour with the "Universos Trio", composed of Giuliana Audra (flute) and Sergio Kafejian (real time electronics), through Programa Petrobras Cultural.


Band Members