Lotus Fever
Gig Seeker Pro

Lotus Fever

Lisbon, Lisbon, Portugal | Established. Jan 01, 2011

Lisbon, Lisbon, Portugal
Established on Jan, 2011
Band Rock Alternative

Calendar

This band hasn't logged any future gigs

This band hasn't logged any past gigs

This band has not uploaded any videos
This band has not uploaded any videos

Music

Press


"Lotus Fever – Banda portuguesa cheia de potencial"

Os Lotus Fever (anteriormente denominados Roadies) são uma banda jovem portuguesa, natural de Lisboa e formada por Pedro Zuzarte (voz e guitarra), Manuel Siqueira (guitarra), Bernardo Afonso (piano e teclado) e Diogo Teixeira de Abreu (bateria). Começaram em Maio de 2011 e proclamam-se com um estilo agradável, elétrico e positivo.

Lotus Fever assume influências de Radiohead, Jeff Buckley, Bon Iver, Ornatos Violeta, Damien Rice e Pink Floyd, mas também Led Zeppelin, não só mas principalmente na voz de Pedro Zuzarte. Nos solos de guitarra nota-se traços dos grandes guitarristas Jimi Hendrix e Jimmy Page.

A banda já lançou um EP a 15 de setembro de 2012, o seu único trabalho de estúdio até agora. Chama-se Leave The Lights Out e conta com cinco faixas originais: Blueberry Mash, Pulls Me Down, Leave the Lights Out, Escape e What Lies Behind the Curtain (Part I), que pode ser escutado na íntegra aqui.

Neste EP, as letras, músicas e arranjos são da autoria dos próprios Lotus Fever, tendo sido produzido por Ramon Galarza e gravado, misturado e masterizado nos estúdios Tchatchatcha por Joel Conde e Rámon Galarza, em Julho de 2012.

A banda pode ser acompanhada na sua página oficial do Facebook e algumas das suas músicas podem ser escutadas no seu canal do Youtube. - A Comunicar


"Luzes acesas para os Roadies"

A estreia fez-se em setembro de 2012, com o lançamento do EP Leave The Lights Out. Os Roadies são a nova sensação da música portuguesa, distinguidos pelos leitores da publicação BandCom com os prémios de Melhor EP Português e Melhor Música Portuguesa de 2012, referente à canção What Lies Behind The Curtain (Part 1). Com uma série de concertos agendados, o rock alternativo dos Roadies promete encantar cá dentro e lá fora em 2013.

Encheram já a LX Factory, o Cinema S. Jorge e escolas onde deram a conhecer as suas músicas. Com influências de Radiohead, Jeff Buckley, Bon Iver, Pink Floyd, Damien Rice e até Ornatos Violeta, a banda começa agora a ser falada no nosso país e até fora dele – o programa I Land Music, da Recharged Radio, sedeada em Londres, passou a quinta faixa Leave The Lights Out e elogiou os Roadies na sua última emissão. - Espalha Factos


"Plasmodium"

A redacção do Plasmodium Vivax deparou-se com um projecto português muito peculiar. Bernardo Afonso, Diogo Teixeira Abreu, Manuel Siqueira, Pedro Saraiva e Ricardo Ribeiro, dão vida ao projecto “Roadies”. São uma banda de rock alternativo, que no seu primeiro trabalho, “Leave The lights Out”, conta com 5 temas gravados no estúdios Tchatchatcha produzidos pelo já galardoado Ramón Galarza.

Difícil será conseguir definir este projecto sem fazer referencia a algumas das suas influencias, mas é um projecto de rock que tem anotações de décadas de 70 e 80. Do tema ouvido e disponibilizado pela banda, “What Lies Behind The Curtain (Part I)”, noto a presença de duas ou três influencias musicais. Ambientes como Pink Floyd e Radiohead, são me sugeridos neste projecto, vocalidades como Jeff Buckley também me estão presentes, quando fecho os olhos e me sento a ouvir o seu ultimo trabalho.

Talvez pelo peso dos seus poemas é me sugerido algumas influencias de post-rock, mas quem serei eu para analisar um projecto de uma forma tão analítica, apenas sou um amante de musica como todos vocês que estão a ler este texto, mas como qualquer outro apreciador, tento-me situar temporalmente quando estou conhecer um projecto musical e a expor o mesmo…

Na minha modesta opinião, talvez até envenenada e inibida pelo meu gosto pessoal, poderei dizer que fiquei feliz por conhecer esta banda e o seu trabalho mais recente. Talvez esta seja a parte mais importante da minha pequena apreciação. Os ambientes criados pelo projecto estão suturados ao poema das musicas com a mestria de um cirurgião. Acho que é um projecto fora de série.

Tenho a certeza, apesar de não ter tido a oportunidade de privar com a banda para saber se foi voluntário, que durante a audição dos seus temas somos teleportados para um outro plano, mais introspectivo, mais pensativo… Considero uma sonoridade densa, e bem equilibrada. Leva-me para uma manha de nevoeiro à beira do Tejo, o que com esta afirmação não quero transmitir que a sonoridade seja fria, pelo contrario, no meu modesto entender, quando o trabalho de algum artista me transporta para um plano mais isolado e mais intimo, obrigatoriamente esse trabalho tem que me ser sugestivo de extra conforto.

Fica aqui a minha sugestão de um novo projecto português, que já enche salas nas suas actuações.

Está disponibilizada também, a biografia da banda que tão amavelmente nos foi entregue pelos próprios Roadies.

Biografia (disponibilizada pelo projecto Roadies):

“2012 marca o ano de estreia discográfica da banda portuguesa Roadies, que acaba de lançar o seu primeiro trabalho. “Leave The Lights Out” conta com 5 temas gravados nos estúdios Tchatchatcha e produzidos pelo galardoado músico e produtor Ramón Galarza.”

“Formados no ano de 2011, e inicialmente como banda acústica, os Roadies demonstram, com o seu novo EP, lançado em Setembro último, a vontade de deixar a sua marca no panorama musical português através da promoção de um Rock Alternativo denso e arrojado. Com uma sonoridade influenciada por nomes tão díspares como Radiohead, Jeff Buckley, Bon Iver, Pink Floyd, Damien Rice e Ornatos Violeta, os Roadies contaram com a colaboração de Ramón Galarza, premiado produtor que já trabalhou com diversos vultos da música portuguesa, como Rui Veloso, Jorge Palma, Xutos & Pontapés e José Cid.”

“Com o lançamento de “Leave The Lights Out”, a lotação esgotada das salas onde têm passado e uma agenda com diversos concertos planeados para 2013, os Roadies começam assim a dar que falar em diversos locais. Prova disso é a distinção que receberam dos leitores da publicação BandCom, que os colocaram como vencedores do ano de 2012 nas categorias de “Melhor Ep Português” e “Melhor Música Portuguesa”, esta última referente à faixa “What Lies Behind The Curtain (Part I)”.”

Agradecimentos: Roadies

Texto:P. Chagas

Para mais informações:

https://www.youtube.com/user/RoadiesTV;

https://www.facebook.com/roadiesoficial;

http://www.myspace.com/roadiesoficial;

http://roadiesmusic.wix.com/roadies;

https://twitter.com/roadiesmusic.
- See more at: http://plasmodiumvivax.tumblr.com/post/43155542106/a-redaccao-do-plasmodium-vivax-deparou-se-com-um#sthash.KVm9Syft.dpuf - Plasmodium Vivax


Discography

Debut EP "Leave The Lights Out"

September 2012

Photos

Bio

Lotus Fever are a Progressive Rock four piece from Lisbon, formed in 2011 by Bernardo Afonso, Diogo Teixeira de Abreu, Manuel Siqueira and Pedro Zuzarte.

 

Their sound feeds from Art Rock and Psychedelic Rock, with a touch from Electronics and Classical music.

 

Their debut EP, Leave the Lights Out came out in September 2012 under a different band name, and was produced by Ramn Galarza. One of its 5 tracks, What Lies Behind The Curtain (Part I), was distinguished by the BandCom readers as the best Portuguese song in 2012. BandCom has also awarded the band with the best Portuguese EP that year.

 

Lotus Fever are:

 

Pedro Zuzarte: lead vocalist / guitar

Bernardo Afonso: synths / back vocals

Manuel Siqueira: guitar / back vocals

Diogo Teixeira Abreu: drums / back vocals