Madian e o Escarcéu
Gig Seeker Pro

Madian e o Escarcéu

São Luís, Maranhão, Brazil

São Luís, Maranhão, Brazil
Folk Experimental

Calendar

This band hasn't logged any future gigs

This band hasn't logged any past gigs

Music

Press


O encontro já está marcado com o público exigente e antenado de São Luís. Neste domingo, 30 de setembro, no palco externo do Ceprama, às 22 horas, o artista maranhense Madian faz o show de lançamento do seu primeiro CD, intitulado “Sinfonia de Baticum”. O disco, 100% autoral, teve a direção musical e arranjos do Maestro Vidal França. O lançamento ocorre no projeto BR-135, parceiro da 1ª Mostra Cultura Ativa, idealizado pelo Sebrae-MA.

“Minhas músicas fazem apenas perguntas, questionamentos. Minhas letras são resenhas. São conclusões de um cara que usa os dois lados do cérebro. É preciso gostar do inesperado, ouvir sem preconceitos”, alerta Madian.

O “Sinfonia de Baticum” possui 10 faixas (ver Box) com arranjos intrincados, ritmos complexos, melodias desconcertantes e letras que versam sobre a vida, ciência e a arte. No prefácio do encarte da obra, escrito por um dos parceiros de Madian, Augusto Delós, é possível vislumbrar a proposta musical do artista. Escreve Delós: “Esta obra que o leitor/ouvinte tem em mãos, resume o fruto de mais ou menos uma década de composições. Madian fez prevalecer a diversidade. Da primeira a última faixa estará ali, quase palpável, a sua cidade natal, o campus da UFCG, o sertão nordestino, as preocupações políticas e ambientais, as reminiscências de infância, a poesia telúrica”.

Harmonias não convencionais, mudanças de andamento, melodias em contracanto, o uso de instrumentos eruditos mesclados com os modernos e o trabalho de percussão e ritmo bem acentuado forçam o ouvinte a um exercício rumo ao entendimento do inesperado. “Não quero soar falso nem raso. Eu acho que tem que ser abissal. Lá embaixo é que mora a sapiência, a profundidade das coisas. Tudo está dentro de tudo”, filosofa Madian.

O Show

Madian sobe ao palco com um time de músicos experientes, alguns deles inclusive participaram da gravação do disco. A banda “O Escarcéu” é composta por Érico Monk (guitarra e direção musical), Oliveira neto (bateria), Miguel Ahid (contrabaixo), Rodrigo Sencial (violão), Jorge Paco (percussão), Jeff Soares (violoncelo), Danilo Santos (clarinete), Andrea Canta e Thizar Costa (backing vocal).

O diretor musical do show, o guitarrista Érico Monk, explica que a ideia da apresentação de hoje é executar os registros do disco com clima de show ao vivo. “Esse desafio é singular pra todos os músicos”. Além de estar a frente da guitarra elétrica e da direção musical, Monk também foi o responsável pela direção de arte e projeto gráfico do “Sinfonia de Baticum”, que na capa traz um quadro do artista plástico maranhense Fransoufer.

O show também terá a presença ilustre do maestro Vidal França, responsável pelos arranjos das canções. Vidal foi maestro titular da extinta RCA Victor, onde trabalhou com nomes como Chico Buarque de Holanda, Simone, Paulinho da Viola, Xangai, entre outros.

A banda promete também apresentar canções inéditas que devem ser trabalhadas no próximo disco. O convite está feito. Nas palavras de Madian: “o universo é aqui”!

CD SINFONIA DE BATICUM – FAIXA A FAIXA

ESPÍRITO

Essa música trata do impulso inicial de coisas físicas e metafísicas. Nada é estático desde que seja impulsionado. Metaforicamente, esse impulso inicial em Espírito é o fogo. Será que autoabraço funciona? A música faz essa pergunta ao ouvinte.

CANTO DE RESPOSTA

É uma parceria com Augusto Delós, amigo da palavra. Esse cara interage comigo como se tivesse dentro da minha cabeça. Canto de Resposta fala de Alcântara e dos conflitos advindos da construção do Centro de Lançamento de Foguetes.

Essa faixa conta com a participação especial de Tião Carvalho.

JIHAD

Jihad tem vários significados. Ela dá uma volta nos conflitos árabes. Minha origem é árabe. Por imposição do cinema moderno, criou-se uma imagem distorcida desse povo. É um lamento. Essa é a minha interpretação do livro sagrado Alcorão.

SÃO LUÍS

É um blues que fala da capital do Maranhão. Um texto que retrata a nossa cidade. Composta em parceria com Augusto Tampinha, grande compositor, gravado por Alcione e outros medalhões. Um sambista primoroso que pariu esse blues comigo.

SENHORINHO

Essa música foi inspirada em René Descartes. Parceria com o violonista Rodrigo Sencial e um amigo de Campinas, Flavio Sampaio. Senhorinho é um convite a repensar as coisas, nossas atitudes e - Glogo.com


Nesta sexta-feira, 10 de maio, o grupo “Madian e o Escarcéu” volta aos palcos da ilha e apresenta o show “Sinfonia de Baticum”, com participação especial do poeta e compositor Celso Borges. O reencontro dos artistas com o público acontece no Bar do Nélson, a partir das 22h30. A discotecagem brasileiríssima do DJ Laírio Mendes inicia a festa.

madian510A banda, composta por Madian (voz, violão e cavaco), Érico Monk (direção musical e guitarra), Miguel Ahid (contrabaixo), Rodrigo “Pata de Onça” Sencial (violão), Oliveira Neto (bateria) e Danilo Santos (clarinete e sax), apresentará no repertório as músicas autorais que compõe o álbum “Sinfonia de Baticum”, lançado em setembro de 2012.

- Além das músicas do primeiro CD, também apresentaremos algumas das composições do segundo álbum da banda, já em pré-produção - destaca o cantor, compositor e multi-instrumentista Madian.

De lá pra cá, o grupo recebeu o Prêmio Rádio Universidade, na categoria “Revelação”, e, também, o disco recebeu críticas positivas e menção honrosa na lista dos 100 cds mais significativos lançados naquele ano, pelo site especializado www.embrulhador.com.

A noite tem a participação especialíssima do poeta e compositor Celso Borges. “Convidamos CB para dividir um momento no palco conosco. Admiramos o trabalho ácido e inteligente dele. Estivemos juntos em outras apresentações e repetiremos a dose”, a ponta o baixista Miguel Ahid.

Concorra a um kit promocional do show e conheça mais sobre o grupo no Facebook: www.facebook.com/madianeoescarceu.
- O Estado do Maranhão -


O grupo Madian e o Escarcéu apresenta o show “Sinfonia de Baticum”, com participação especial da dupla Criolina, da cantora Nathália Ferro e do poeta Celso Borges. A festa vai ter ainda a discotecagem do DJ Laírio Mendes. - G1


Para encerrar com chave de ouro a primeira temporada de divulgação do CD Sinfonia de Baticum, Madian e o Escarcéu recebem na noite desta sexta-feira (7/6), os cantores Bruno Batista, Betto Pereira, Andrea Canta e Preto Nando, no Bar do Nélson, a partir das 22h30. Antes do show o público vai conferir a discotecagem do DJ Laírio Mendes tocando o fino da música popular brasileira.

A temporada de shows de Madian começou no dia 10 de maio e desde então o grupo tem recebido vários convidados especiais. O show autoral terá composições do primeiro CD do grupo, Sinfonia de Baticum, lançado em setembro de 2012 e as inéditas que vão compor o segundo disco. "Para nós é sempre gratificante compartilhar o palco com outros artistas. A energia musical se intensifica. A noite vai ser linda!", aponta o baixista Miguel Ahid.

De acordo com Miguel Ahid o show será dividido em três blocos. No primeiro tempo a cantora alemã Andréa Canta fará participação com a banda no palco. Em seguida o rapper maranhense Preto Nando apresentará uma poesia em cima da música Nuestra Cancion, que versa sobre a revolução cubana.

No outro bloco o cantor e compositor Bruno Batista fará uma participação na música Canto de Resposta, e o terceiro tempo será com Betto Pereira que fará uma participação com a música Daomé, samba maranhense de 1980, composto por ele e Augusto Tampinha para o carnaval da Escola Flor do Samba, ocasião em que a mesma ganhou o campeonato.

"Será uma conexão filosófica entre essas duas músicas. É como se a gente fizesse essa ponte libertadora dos que estavam presos na música Daomé, em seguida fazemos essa libertação. Há essa conexão", diz Miguel Ahid.

Para Madian, é como se eles tivessem a chave do cadeado ao apresentar a canção Alforria. "Nós fazemos essa ponte com Alforria. Betto é um grande compositor, além de sermos fã dele, é uma referência para nós, assim como Tampinha, e essa música fez a Flor do Samba ser campeã. Vai ficar uma coisa super moderna porque estamos fazendo um baião de caixa. E com Alforria a gente completa o texto de Daomé. É a libertação", diz Madian. Alforria é uma composição de Madian, Augusto Delós e Marcos Costelo.

Será um show com todos os ritmos que passam pelo funk, rock, rap, música cubana, regional, do Brasil. "Temos convidados de quem somos fãs, então esse show vai ser o olho do furacão no Bar do Nélson", avisa Madian.

Madian e o Escarcéu é composta por Madian (voz, violão e cavaco), Érico Monk (direção musical e guitarra), Miguel Ahid (contrabaixo), Rodrigo "Pata de Onça" Sencial (violão) e Oliveira Neto (bateria), a banda apresentará no setlist as músicas autorais que compõe o álbum Sinfonia de Baticum. "Além das músicas do primeiro CD, também apresentaremos algumas canções do Nonada, segundo álbum da banda, já em pré-produção", destaca Madian.

Em 2012, o grupo recebeu o Prêmio Rádio Universidade, na categoria "Revelação" e o disco recebeu críticas positivas e menção honrosa na lista dos 100 CD's mais significativos lançados naquele ano, pelo site especializado www.embrulhador.com.

Sinfonia de Baticum é uma leitura da música afro-maranhense com letras poéticas e arranjos orquestrais. Em uma mesma música, uma pluralidade de estilos musicais compõe uma verdadeira ópera regional.

Após o show desta noite o grupo dará uma parada estratégica por conta das festividades juninas, mas retornará nas férias de julho com a segunda temporada de shows em São Luís, mas já está articulando a divulgação em outros estados também. - O Imparcial


Discography

Still working on that hot first release.

Photos

Bio

Currently at a loss for words...